Início > APCDEC > ABRACE E APCDEC SE REUNEM PARA DISCUTIR MEDIDAS DA CBF

ABRACE E APCDEC SE REUNEM PARA DISCUTIR MEDIDAS DA CBF

A NOTICIA

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou uma série de medidas para tentar deixar mais organizado os bastidores dos jogos do Campeonato Brasileiro. Entre as decisões tomadas pela entidade está a de limitar o acesso da imprensa à área de jogo nos estádios.

As medidas começam a valer já na próxima quarta-feira, na abertura do segundo turno do Brasileirão. A principal alteração é a imposição de um limite de jornalistas na cobertura das partidas. As empresas terão de enviar os pedidos de credenciamento por partida, não sendo mais válido o uso de carteiras de cronista esportivo para entrar nos jogos.

Além disso, haverá a limitação do livre trânsito de repórteres dentro de campo. Agora, apenas as equipes de emissoras com direitos de transmissão poderão fazer entrevistas na beira do gramado, sendo que haverá um limite de duas equipes de três pessoas cada para as transmissões ao vivo.

Para reportagens sobre o jogo, haverá um limite para duas equipes da Globo, duas do Sportv e uma da Band, que poderão ter acesso ao gramado. Haverá também um limite de 30 repórteres de rádio nas transmissões, bem como de 30 fotógrafos. Segundo a entidade, haverá preferência para os veículos dos locais dos times envolvidos. Todos eles, porém, estão impedidos de entrarem no gramado.

As entrevistas ao vivo na beira do campo serão conduzidas apenas pelos jornalistas da TV que detém os direitos de transmissão dos eventos. Os repórteres de rádio e dos demais veículos de TV terão de aguardar o término dessas entrevistas para então atuarem. Nos novos estádios, eles só poderão fazer o trabalho na área de zona mista, quase sempre localizada no acesso aos vestiários.

Jornalistas de veículos de internet e mídia impressa não poderão entrar no gramado, prática que já era proibida na maioria dos estádios da Série A nacional. Eles também só terão acesso aos atletas e treinadores após o término da partida, nas entrevistas coletivas e zona mista.

As medidas tentam reduzir a presença de jornalistas no gramado, prática que já é adotada pela Conmebol em partidas internacionais e que, na Copa do Mundo e em campeonatos europeus já é regra.

FATOS

A ABRACE E A APCDEC NÃO ACEITAM O CREDENCIAMENTO ANTECIPADO E A NÃO VALIDADE DA CARTEIRA DO CRONISTA.

SOBRE A LIMITAÇÃO DO NÚMERO DE REPORTERES, EM CAMPO, É UM TEMA QUE PODE SER NEGOCIADO.

AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS CRONISTAS ESPORTIVOS ENTRARÃO NA JUSTIÇA PARA QUE SEJA RESPEITADA A LEI FEDERAL QUE GARANTE O ACESSO DOS CRONISTAS NOS ESTÁDIO DE FUTEBOL EM TODO O BRASIL.

A DIRETORIA DA APCDEC

Anúncios
Categorias:APCDEC
  1. 16/09/2014 às 07:56

    Como filiado que sou das honrosas entidades ABRACE E APCDEC, espero que tais medidas não sejam adotadas em sua totalidade e que a Lei seja cumprida. Confiamos nas pessoas (autoridades) que nos representam.
    Radialista Jorge Luiz Florenço

  2. 12/09/2014 às 10:40

    Eu não quero acreditar q a senhora CBF queira banir e atropelar uma Lei Federal. Se isso acontecer prefiro desacreditar de vez q nosso País ainda tem jeito e moral.

  1. No trackbacks yet.

OBRIGADO PELO COMENTARIO, EM BREVE ENTRAREMOS EM CONTATO COM A DEVIDA RESPOSTA.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s